Grandes eventos no Rio registram impacto positivo na economia
Economia

Grandes eventos no Rio registram impacto positivo na economia

Grandes eventos no Rio geraram 21,8 mil novos postos de trabalho no primeiro trimestre de 2024, o que representa 50,3% do total de vagas criadas no estado

Na manhã de ontem (3), a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que a economia local demonstra uma recuperação expressiva nos últimos anos. Ou seja, um cenário pós-pandêmico. Segundo dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, a capital fluminense criou 21,8 mil novas vagas de emprego com carteira assinada no primeiro trimestre de 2024, o que representa 50,3% do total de vagas criadas no estado.

Desde 2021, a cidade gerou 28,1 mil novos postos de trabalho. Deste total, 75,6% foram no setor de serviços, 10,7% na construção, 8,6% no comércio e 5,2% na indústria. Essas novas vagas representaram 48,6% do total de vagas criadas no estado do Rio de Janeiro.

Sendo assim, tanto no acumulado do triênio 2021-2023 quanto no ano passado, o Rio de Janeiro foi a segunda capital que mais gerou empregos formais no Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo.

Grandes eventos no Rio

Por sua vez, os grandes eventos no Rio têm contribuído significativamente para os bons números da economia. É o caso do Web Summit, o maior evento de tecnologia do mundo, com seis edições fechadas na cidade de 2023 a 2028. Neste período, o público é estimado em mais de um milhão de pessoas. Já o impacto econômico acumulado ao longo desses seis anos pode alcançar em torno de R$ 1,5 bilhão (US$ 300 milhões). Essa projeção engloba o impacto direto dos gastos de turistas estrangeiros e brasileiros, bem como dos moradores locais e profissionais, durante sua estadia na cidade.

Outros eventos

Contudo, outros eventos, como o Carnaval, Réveillon, shows de grandes artistas e o Rock in Rio, também trazem benefícios à cidade maravilhosa. Prova disso é que conforme análises, há um impacto econômico de R$ 8 bilhões com o Carnaval e o Réveillon.

Turismo no Rio

Por outro lado, o setor de turismo também gerou empregos formais no primeiro trimestre deste ano, com 35,2 mil novos postos. E durante este período, o município arrecadou mais de R$ 600 milhões em ISS proveniente do setor, incluindo serviços relacionados à hospedagem, viagens e atividades relacionadas.

*Foto: Reprodução/https://br.freepik.com/fotos-gratis/foto-aerea-da-bela-praia-de-copacabana-no-rio-de-janeiro-brasil-sob-o-ceu-do-sol_8990582.htm#fromView=search&page=1&position=9&uuid=48108578-2344-4df3-8f31-1007740bd24f

Postagens relacionadas

Luz da Cemig: reajuste foi adiado pela segunda vez pela Aneel

Município Assessoria

Distribuição de botijão de gás: parcerias viabilizam iniciativa

Município Assessoria

Beneficiário com nome negativado: Plano de saúde não pode recusar, diz STJ

Município Assessoria

Papel do fiador: por que ele é essencial em um financiamento?

Município Assessoria

Brasil pode participar de novo arranjo de globalização

Município Assessoria

Bicicletas em Belo Horizonte: Em pauta, políticas de apoio ao uso

Município Assessoria